quarta-feira, 4 de abril de 2012

K.

Nesses longos dias que vão tomando minha vida, tomei o hábito quase perigoso de ler tudo o que me cai na mão. Ou para esquecer, ou para passar o tempo, certamente para me divertir. Ai vai de tudo, leio biografia, livro de fantasia, aquele onde o inverno está chegando, outro de ficção (os meus preferidos), e cabe até um autor brasileiro, vez por outra.

Confesso que cada dia tenho mais certeza que dá para substituir os livros pelas pessoas. Ele pelo menos não te julga, não te olha torto, e te leva a lugares incríveis.

Que venha o próximo, porque já estou na página 201 do que estou lendo. Quase acabando.

c.c

3 comentários:

Mel Volúvel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mel Ricciolini disse...

Até autor Brasileiro? Quando eu digo que tu é preconceituoso com o que é Brasileiro tu diz que não...

Oidocu disse...

Vou tentar, vou tentar, hehehe!!